Detalhe amarração paredes estruturais e vedação

Escrito em 21/07/2014, por Juliano Demarche / 3 Comentários | Categoria: QiAlvenaria | Tags:

Em projeto de alvenaria estrutural o tratamento de encontro entre paredes é de suma importância devido as concentrações de tensões que ocorrem nesses pontos e da transferência de cargas que ocorre de uma parede para outra. Visto isso, deve-se realizar a amarração entre as paredes que se encontram, de forma a garantir um adequado funcionamento da alvenaria estrutural.

Essa amarração entre as paredes pode ser efetuada por amarração direta, definida pela sobreposição dos blocos de uma parede na outra a cada duas fiadas, e amarração indireta, onde não ocorre a sobreposição dos blocos das paredes. A amarração nesse caso fica definida pelo uso de grampos ou telas. Contudo, segundo Parsekian e Soares (2010, p. 101) “a amarração indireta tem a desvantagem de não unir totalmente as paredes, trazendo prejuízos ao comportamento estrutural das paredes, pois há uma redução da rigidez nos carregamentos laterais e também uma pior distribuição das cargas verticais”. O QiAlvenaria considera apenas amarração direta entre as paredes estruturais, por se tratar da amarração mais indicada pelos principais autores das bibliografias mais reconhecidas no país.

Figura 01 – Amarração direta entre paredes estruturais

É comum em um projeto de alvenaria estrutural que existam paredes que são definidas como possíveis de serem removidas, sendo consideradas como paredes de vedação no calculo estrutural. Essas paredes não deverão estar amarradas com as paredes definitivas (paredes estruturais), devendo assim adotar juntas a prumo nesses casos para que não exista a transmissão de tensões da parede estrutural para a de vedação. Nesses casos pode-se adotar grampos ou telas metálicas com o intuito de se dar uma estabilidade a parede de vedação, sem precisar solidarizá-la a parede estrutural, evitando assim também o aparecimento de fissuras nessas regiões. O programa diferencia paredes estruturais de paredes de vedação, não permitindo a amarração direta no encontro dessas paredes, gerando uma junta a prumo nesses encontros. É possível definir para esses casos telas metálicas ou grampos para se realizar a ligação entre as paredes, sendo que o programa gera os detalhes nas elevações e contabiliza estes elementos no quantitativo de materiais.

Figura 02 – Detalhe encontro entre paredes estruturais e de vedação

Com o QiAlvenaria é possível definir o uso de telas ou grampos para os encontros de paredes estruturais e vedação acessando “Configurações – Projeto de alvenaria – Preferências – Elevações – Critérios”.

Grampo

É possível definir a utilização de grampos nos encontros de paredes estruturais e vedação, onde o programa gera o detalhamento de forma automática de acordo com as configurações definidas pelo usuário. Quando se adota pela solução de grampos podemos definir o diâmetro da armadura, o comprimento e a distribuição nas fiadas a ser utilizado no detalhamento. O grampo é indicado tanto nas elevações das paredes estruturais quanto nas paredes de vedação, sendo que nessa última também sai a relação do aço, apresentando assim o quantitativo das armaduras de amarração.

Figura 03 – Detalhamento de paredes de vedação com uso de grampos

Telas metálicas

Além do uso de grampos o QiAlvenaria também oferece a possibilidade de se adotar telas metálicas para realizar essas amarrações. Semelhante ao comportamento dos grampos o programa gera os detalhamentos de forma automática de acordo com as definições feitas pelo usuário. As telas estão definidas no cadastro de componentes, dessa forma o usuário pode cadastrar novas telas de acordo com suas preferências. Lembrando que por ser um elemento do cadastro as telas possuem os mesmos comportamentos dos outros elementos contidos no cadastro, e para que saia na lista de materiais deve-se associar um item correspondente a peça, como já foi apresentado em um outro post (para mais informações sobre o cadastro acesse o post Cadastro de peças do QiAlvenaria).

Figura 04 – Detalhamento de paredes de vedação com uso de telas metálicas

 

REFERÊNCIA:

PARSEKIAN Guilherme Aris; SOARES Márcia Melo. Alvenaria Estrutural em Blocos Cerâmicos: projeto, execução e controle. 1. ed. São Paulo. Nome da Rosa Editora, 2010.


  1. RENATO says:

    Muito bom artigo, moderador. Esclarecedor.

    Resumindo – o aplicativo realiza a amarração direta para alvenaria estrutural (bloco concreto ou ceramico), mas não indireta. No caso de parede de vedação interfaceando parede estrutural, apenas indireta; neste caso, o aplicativo considera ainda grampos e telas de fomra automática. EM ambos as situações, não há ferraments de desenho específica de telas e grampos no QiEditor.

  2. RENATO says:

    Reparo que a última fiada (a de topo) é composta por blocos diferentes das outras fiadas. Quero crer que são blocos em ‘Canaleta’, mas não tenho certeza. Não entendo a dimensão diferenciada dos demais, mesmo sendo ‘canaleta’. Poderia fazer algumas ocnsiderações a respeito a respeito dessa última fiada ?

    • Moderador Blog QiBuilder says:

      Bom dia Renato,

      A fiada de respaldo é definida em função da laje, podendo ser canaletas ou blocos J. Além disso podemos definir se será adotado bloco inteiro ou meio bloco. Nos exemplos acima a configuração definida estava como meio bloco, por isso a diferença nas dimensões em relação aos blocos internos.
      Posteriormente será feito um Post sobre a fiada de respaldo no QiAlvenaria, onde será apresentado mais informações sobre as soluções adotadas.

Os comentários estão fechados.

Liberada as revisões 15 dos programas Hydros V4 e Lumine V4

Foram disponibilizadas as revisões 15 dos programas Hydros V4 do Lumine V4.

Lumine V4 Revisão 15

Para baixar a revisão 15 do Lumine V4 acesse:

Download Lumine V4 R15

Hydros V4 Revisão 15

Para baixar a revisão 15 do Hydros V4 acesse:

Download Hydros V4 R15

Para saber mais informações acesse “?” – “Conteúdo” – “Atualizações recentes” – “Versão V4” – “R15” – “Resumo das modificações”.

 

×

Liberada as revisões 14 do Hydros V4 e do Lumine V4

Hydros V4

Nesta versão, foram corrigidos dois problemas detectados pelos usuários desde o lançamento da Revisão 13.

Geral

Para baixar a revisão 14 do HydrosV4 acesse:

www.altoqi.com.br/download/hydros/V4/atualizacao/Hydros_Hasp_V4_R14.exe

Lumine V4

Nesta versão, foram corrigidos dois problemas detectados pelos usuários desde o lançamento da Revisão 13.

Geral

Para baixar a revisão 14 doLumineV4 acesse:

www.altoqi.com.br/download/lumine/v4/atualizacao/Lumine_Hasp_V4_R14.exe

×

Liberada as revisões 13 do programas Hydros V4 e Lumine V4

Foram disponibilizadas as revisões do Hydros V4 do Lumine V4.

Lumine V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Lumine V4 acesse:
Download_lumine_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4 Revisão 13

Para baixar a revisão 13 do Hydros V4 acesse:
Download_hydros_V4_R13
Para saber mais informações acesse “? – Atualizações recentes”

Hydros V4

×